Quando muitos de nós começaram a estudar Inglês, o boom das Mídias Sociais ainda não tinha acontecido. Basicamente tínhamos aulas na escola, em um curso de idiomas, com professor particular e.… pronto. Acredito que estas eram as opções. Como alternativas para agregar ao nosso aprendizado, restavam a leitura, a música e filmes em Inglês. Hoje, a história é outra.

Depois do surgimento da Internet, a coisa mudou e mudou rapidamente. Em 1997 A America On Line (AOL) lançou o Instant Messenger. Essa ferramenta permitiu que milhões de pessoas se comunicassem ao vivo com amigos, colegas, fizessem negócios, conversassem e até namorassem à distância. Aquilo era o começo de tudo que estamos vivendo agora.

Ainda no início dos anos 2000, surgiram MySpace, Facebook e Twitter. Estas redes sociais combinadas, revolucionaram a forma das pessoas se comunicarem, interagirem e em uma análise superficial, praticamente transformaram a cultura na Terra. Porém, de que forma, toda essa transformação afeta a maneira como as pessoas aprendem uma língua? Na verdade, este novo mundo das Mídias Sociais, não vai mudar exatamente a forma pela qual as pessoas vão estudar ou aprender um idioma. Este novo macro ambiente vai influenciar a maneira pela qual as pessoas são impactadas e expostas à um idioma que não o delas, seja ele o Inglês, o Francês, ou qualquer outro. A possibilidade de interação imediata que as Mídias Sociais oferecem, além da criação de networking instantâneo, definitivamente facilitam, e muito, o aprendizado de um idioma.

Criando conexões em grupos de interesse, contatando pessoas, empresas e outras instituições estrangeiras com as quais você tem interesse, ou mesmo resgatando amizades (amigos que te visitaram ou foram morar em outros cantos do mundo), funcionam como ferramentas no aprendizado. Hoje, muito mais do que há uma ou duas décadas atrás, as possiblidades para estudar uma língua, ou no mínimo, interagir com ela, são quase que infinitas. Você não está limitado às poucas horas de aula por semana em uma sala ou escritório.

Nossa escola, a Think English, sabe disso. Em nosso trabalho de construção do conhecimento da língua, priorizamos a descoberta destas opções e fermentas. Temos aulas por Skype que se inserem nessa realidade atual, nesse contexto multicanal e instantâneo do mundo digital. Estamos à disposição dos nossos alunos para dúvidas e ajudas, utilizando as nossas redes sociais e ferramentas digitais: Blog, Facebook, Twitter, INSTAGRAM e Linked in.

As Mídias Sociais e o aprendizado
As ferramentas estão aí: venha utilizá-las com a Think English

Seja bem-vindo ao século da transformação em tecnologia da comunicação, onde todos temos voz, mas é preciso saber se comunicar, corretamente, no seu ou em outro idioma, para que sua mensagem seja bem recebida. Use as ferramentas que estão à nossa disposição e faça diferença no modo como você aprende e entende o mundo à sua volta.

Aprender Inglês no novo mundo das Mídias Sociais
Classificado como:                                    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *